SANEPAR AUMENTOU GASTOS DA PRÓPRIA DIRETORIA EM 244% ENTRE 2010 E 2017, DIZ ANIBELLI NETO

Em discurso nesta segunda-feira (21) na Assembleia Legislativa, o deputado Anibelli Neto (MDB), líder da bancada de oposição, denunciou que a Sanepar aumentou em 244% os gastos da própria diretoria entre 2010 e 2017. “Os dados disponíveis nos relatórios financeiros da Sanepar mostram que os gastos com o Conselho de Administração, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal saltaram de R$ 3,5 milhões em 2010 para R$ 12,1 milhões em 2017, um aumento de 244%”, afirmou Anibelli.

Continue lendo

SENADOR REQUIÃO AOS PREFEITOS: O FOCO É O CAPITAL FINANCEIRO NÃO REFORMA TRIBUTÁRIA “MEIA BOCA”

O senador Roberto Requião ponderou, nesta segunda-feira (21), aos prefeitos de todo o país, que promovem mais uma marcha sobre Brasília, de que nada adianta lutar por uma reforma tributária, para dividir as receitas públicas, se o capital financeiro continuar mandando na economia, na política e na mídia do país. Uma reforma tributária sem coibir os abusos dos bancos será, necessariamente, “uma reforma meia boca”, comentou o senador.

Continue lendo

SENADOR REQUIÃO DIZ A SENADORES QUE VAI CONSULTAR O PMDB SOBRE SUA CANDIDATURA À PRESIDÊNCIA

O senador Roberto Requião enviou nesta terça-feira (15) à bancada do PMDB no Senado uma carta informando que fará uma consulta previa aos convencionais do partido sobre a possibilidade de lançar sua candidatura à Presidência da República, na convenção nacional de julho. “Move-me unicamente o espírito da absoluta necessidade de colocar o PMDB na trilha de uma mobilização comum, para regenerar o País do virtual derretimento das instituições republicanas. Não é um ato de aventura”, diz a carta de Requião.

Continue lendo

NEREU MOURA APRESENTA PROJETO DE LEI OBRIGANDO A REALIZAÇÃO DE EXAME PARA CONFIRMAR CÂNCER

Passou na principal Comissão da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (15), um projeto de lei de extrema importância na área da saúde, pensado justamente para salvar vidas. O texto estabelece um prazo menor, de até 30 dias , para a rede pública de saúde do Paraná realizar exames complementares para confirmação ou não de câncer em pacientes que já possuam um laudo médico indicando a possibilidade da doença.

Continue lendo
1 2 3 247