“DECISÃO DO SENADO NO CASO AÉCIO CAUSOU UMA DECEPÇÃO ENORME E UM DESCRÉDITO BRUTAL SOBRE A CLASSE POLÍTICA”, CRITICA O SENADOR REQUIÃO

“O Senado da república causou uma grande decepção ao povo brasileiro. Não vou nem entrar no mérito da decisão do STF. Mas o Senado deveria ter se comportado como uma Comissão de Ética”, critica O SENADOR Requião ao comentar o caso Aécio. “Mas quando 44 senadores ignoraram todas essas questões, isso causou uma decepção enorme e um descrédito brutal sobre a classe política. Votei pelo afastamento e pela garantia dos seus direitos. Perdeu o Senado, perdeu a Democracia e perdeu o Brasil”.

Continue lendo

ATENÇÃO, DIA 22 DE OUTUBRO É O PRAZO PARA DIRETÓRIOS MUNICIPAIS REALIZAREM SUAS CONVENÇÕES

A Executiva Estadual do PMDB do Paraná informa que os Diretórios Municipais que ainda não realizaram suas convenções municipais deverão fazê-lo no dia 22 de outubro de 2017, conforme encaminhamento feito após consulta à Executiva Nacional. Aqueles diretórios que já fizeram as convenções, devem comunicar e enviar a documentação para registro junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) o mais breve possível.

Continue lendo

CPI DA INDÚSTRIA DO ATESTADO MÉDICO, PRESIDIDA POR ANIBELLI NETO, OUVE MAIS TRÊS REPRESENTANTES DA ÁREA DA SAÚDE.

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Indústria do Atestado Médico ouviu na manhã desta terça-feira (17), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), mais três profissionais ligados à área da saúde que alertaram os deputados sobre a necessidade da criação de métodos mais efetivos para combater a emissão fraudulenta destes documentos. Um dos pontos defendidos pela CPI, presidida pelo deputado Anibelli Neto (PMDB), é a digitalização dos sistemas, para que as emissões sejam aferidas pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) mais facilmente.

Continue lendo

SENADOR REQUIÃO REAGE A GOLPE DO GOVERNO NA COMISSÃO DO PETRÓLEO E DESANCA ENTREGUISTAS

Na reunião desta terça-feira da Comissão Mista para examinar a Medida Provisória 795, que trata das atividades de exploração de petróleo e gás, o senador Roberto Requião denunciou manobra do governo que, sem votação de deputados e senadores, impôs o presidente do colegiado. O presidente da Comissão era o senador José Serra (PSDB-SP) que renunciou. Em vez da eleição de um novo presidente, o rolo compressor do governo impôs o senador Pedro Chaves (PSC-MS), da base de apoio a Michel Temer.

Continue lendo