REPRESSÃO POLICIAL É A RESPOSTA PARA A REVOLTA CONTRA ARROCHO E REFORMAS, AFIRMA SENADOR REQUIÃO

O senador Roberto Requião comenta as iniciativas de retirar direitos dos trabalhadores e de servidores públicos. Lembra o massacre dos professores ocorrido naquele 29 de abril de 2015 por ordem do governo Beto Richa e agora os mais recentes conflitos na Prefeitura de Curitiba, com os servidores municipais que não aceitam o “pacotaço” do prefeito Rafael Greca. “É o cenário que prevemos para o BRasil”, alerta o senador.

Continue lendo

REQUIÃO QUER QUE FRENTE SE TRANSFORME EM AMPLO MOVIMENTO PARA SALVAR O BRASIL

Em entrevista ao jornalista Paulo Acrísio, do programa “Cidadania”, da TV Senado, o senador Roberto Requião disse que a Frente Mista em Defesa da Soberania Nacional, lançada na quarta-feira, 21, está a aberta a todos os brasileiros que rejeitam a submissão do país ao sistema financeiro, nacional e global. A Frente, afirmou o senador, pode ser o grande canalizador das esperanças brasileiras de um país independente, desenvolvido e bom para todos. Acompanhe a entrevista do senador:

Continue lendo

LANÇADA A FRENTE NACIONALISTA. REQUIÃO É O PRESIDENTE E QUER O BRASIL MOBILIZADO CONTRA O ENTREGUISMO

Foi oficialmente lançada nesta quarta-feira, 21, em Brasília, no Congresso Nacional, a Frente Parlamentar Mista de Defesa da Soberania Nacional. Escolhido como presidente da Frente, o senador Roberto Requião conclamou o país a reagir à pilhagem de nossas riquezas, especialmente do petróleo, à venda do território brasileiro a estrangeiros, à submissão do Brasil à globalização financeira e às reformas que precarizam o trabalho e potencializam a exploração do povo.

Continue lendo

QUE PAÍS É ESSE, PERGUNTA REQUIÃO FACE À CORRUPÇÃO, O ENTREGUISMO E O MASSACRE DAS REFORMAS

Em seu comentário para as emissoras de rádio, nesta quarta-feira, 21, o senador Roberto Requião mostrou as contradições de um país, onde o presidente da República é acusado de corrupção por sua própria polícia, onde se vende até o território para os estrangeiros, enquanto se produzem reformas que punem os trabalhadores. Ouça o comentário:

Continue lendo
1 2 3 5