“Se o calote não vier agora, vem depois das eleições”, prevê Requião Filho

Curitiba, 04 de julho de 2016 – Os deputados bancada de oposição reagiram à ameaça do governo do Estado de não pagar nas datas previstas em lei os reajustes do funcionalismo público, garantidos na negociação para encerrar a greve dos servidores de 2015. Na sexta-feira, o secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, disse que o governo estuda a possibilidade de

Continue lendo